Página Inicial

Quem somos

Ana Maria Javouhey

Missão

Espiritualidade

Onde estamos

Ana Maria Javouhey, é a fundadora da Congregação da Irmãs de São José de Cluny.

 

Uma jovem francesa que nasceu em 1779, na região da Borgonha - França.

(Ver pequena cronologia abaixo) 

 

É uma peregrina do Absoluto que se destaca pelo rasto de luz que deixa com a sua existência.

 

- Foi uma criança viva, uma adolescente intrépida, uma jovem generosa que não teve medo entregar a própria vida para que outros tivessem mais vida.

 

É mulher ardente, apaixonada, livre e corajosa, toda entregue a Deus para a construção dum mundo mais solidário e justo.

 

Ana Maria revela-se como uma mulher de fé, que se encontra nas encruzilhadas de todas as solidões e desesperos para os banhar com a suavidade da compaixão e o bálsamo da paz.

 

Promotora do respeito, da liberdade e da dignidade humana, concebe, empreende, realiza, inventa e cria a fim de que todos cheguem à plenitude da vida.

 

No seu peito bate um coração cuja riqueza nunca se esgota e onde as misérias humanas encontram acolhimento e força.

 

- Missionária e profeta no seu tempo, a sua personalidade forte e visão larga, ensinam-nos a verdade que perdura no nosso hoje: a “Vontade de Deus” é a Vida e a Salvação de cada pessoa e da Humanidade.

 

O seu ardor missionário grita-nos bem alto: Os problemas da humanidade não serão os da dignidade e da liberdade? Os sonhos adormecidos não serão os do desejo do Bem e da Transcendência?

 

O Carisma e a espiritualidade de Ana Maria Javouhey reavivam os anseios mais profundos do coração humanidade, e seu ardor missionário incita-nos a “querer estar em toda parte onde houver bem a fazer e sofrimento a aliviar”.

 

 

Pequena Cronologia 

 

1779    - 10 de Novembro: nascimento de Ana Maria Javouhey em Jallanges - França, 11 de Novembro: batismo na Igreja de Seurre

 

1798    - 11 de Novembro: em Chamblanc, Ana Maria, como jovem leiga, consagra-se a Deus durante uma missa clandestina, devido a perseguição à Igreja.

 

1807    -  12 de Maio: Fundação da Congregação das Irmãs de São José de Cluny .

 

1817    -  16 de Janeiro: envio das primeiras Irmãs para as missões - a Ilha da Reunião, no Oceano Índico

 

1822    -  01 de Fevereiro: Ana Maria parte, como missionária, para o Senegal, Goreia, Gambia e Serra Leoa

 

1838    - depois de muito trabalhar pela libertação dos escravos, consegue a  libertação dos 185 primeiros escravos de Maná

 

1851    - 15 de Julho: Morre em Paris. Deixa mais de 1200 Irmãs em 140 comunidades espalhadas pelas 5 partes do mundo

 

1950    - 15 de Outubro: beatificação de Ana Maria Javouhey pelo Papa Pio XII, em Roma

 

2007    - em 12 de Maio a Congregação celebra os seus 200 anos de existência e prepara-se para iniciar o seu terceiro centenário, mantendo-se fiel ao carisma e espiritualidade legados por Ana Maria Javouhey no serviço à Igreja e à Humanidade.

 

O seu patrimônio espiritual conserva-se como fonte de vida, para as suas Irmãs seguidoras e seguidores (Associados), através de mais de 1135 cartas por ela escritas, revelando o seu grande amor por Deus e pelos irmãos, particularmente, pelos mais pobres e oprimidos.

 

Para saber mais...

 

 

 

Topo

SJC - Congregação das Irmãs de São José de Cluny - 2011