VOLTAR - PÁGINA INICIAL VOLTAR - Arquivo Geral

Dezembro de 2011

Frase do Mês

Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então, as sombras ficarão para trás. Provérbio Chinês

Última Atualização:

23 de Dezembro de 2011

Natal é tempo de abrir o coração para acolher a Deus e aos irmãos. É tempo de elevar as mãos para agradecer, por tudo o que fomos recebendo ao longo deste ano que está prestes a terminar. A saúde, a amizade, a vida e tantas outras coisas que vamos recebendo gratuitamente das mãos carinhosas de Deus. É tempo, também de estendê-las para abençoar, unir, conceder o perdão e construir a reconciliação. A todos um Santo e Feliz Natal e um novo ano repleto das bênçãos do Céu!

 

Comunidade São José - 12 núcleos na Novena de Natal

Ainda que nas ruas, nas praças e nos shopping centers, tudo deixe uma “imagem clara” que o Menino está sendo esquecido, para os cristãos o Natal só pode ter um sentido! Aquele da noite santa de Belém, em que no silêncio duma gruta fria, Deus se fez homem para caminhar conosco! Deus se fez pequeno para que nos tornássemos grandes! É por isso que milhares de cristãos continuam a se reunirem para celebrar a Boa Nova e afirmar com as suas vidas que, agora, a gruta deve ser o nosso coração, aquecidopela oração, pela paz e serenidade de quem acredita que em Deus, a vida tem o seu verdadeiro sentido! Aquecido pela certeza de que nas noites escuras, Deus continua a nascer e a dizer que é “Emanuel” - Deus Conosco! Corações aquecidos pelo sorriso singelo e amigo, pela partilha dos dons, pela solidariedade dos irmãos, pelo perdão dado e recebido.

Foi com este espírito natalino que, ao longo da Novena preparatória, os cristãos da Comunidade São José, através dos seus 12 núcleos, se prepararam para celebrar o Natal do Senhor. Aqui o Menino não foi esquecido, e a gruta se tornou coração!

 

 

Oração do Ano Novo

"Senhor,

Neste ano que se inicia, abra os meus olhos, os meus ouvidos, os meus sentidos e o meu coração.

Que eu veja além do comum. Que eu enxergue, através dos homens, o que há de melhor em cada um.

Que eu ouça somente as palavras bonitas. Que eu sinta apenas as coisas boas.

Que eu seja mais do que um simples mortal. Que eu seja eterno como eterna deve ser a esperança.

Que eu seja maior que a própria vontade de crescer. Que eu queira mais do que o próprio querer.

Que eu seja mais do que esperam de mim. Que eu possa expandir felicidade e perceber na simplicidade o valor de todas as coisas.

Que eu seja a semelhança do bem. Que todos que de mim se aproximarem pressintam o amor que tenho a oferecer.

Que eu nunca cobre nada dos outros, mas cobre de mim. Que eu consiga me doar sem esperar agradecimento.

Que eu seja simples e grandioso, como simples e grandiosa é a criação.

Que eu permaneça voltado ao que é bom e precioso - à vida em toda a essência de sua grandeza. E assim, serei humano e feliz, humilde e poderoso, amante e amado.

Estarei pronto e de braços abertos para colher os frutos de um novo século, que espera mais compreensão e tolerância de cada uma para todos os seres do universo.

Assim, teremos a verdadeira comunhão entre o ser e o mundo que o acolhe - todos os seres inteirados, respeitando o espaço comum. E o mundo ficará bem melhor e eu terei feito apenas, uma parte e tudo isso.

Aquela pequena parte que poderá ser a grande diferença. Que eu tenha a felicidade de ver meus amigos e familiares unidos em um só pensamento, o de amor, paz e harmonia.

Que eu tenha a felicidade de um ser privilegiado por sua bondade de encontrar no ano que se inicia um mundo melhor para todos os seres do universo. Então estarei em paz. (A paz a gente é que faz...)

Que assim seja!"   - Autor desconhecido

 

   

A palavra é do Nelson…

Estamos começando um novo ano e é bom aprendermos a saborear a vida, tal como ela se nos apresenta. Com certeza, “mesmo que ela não esteja envolta com um laço, ela continua sendo um presente”, geralmente, contemplado apenas no seu exterior.

Quando eu vejo pessoas com mais limites do que os meus, problemas maiores do que os meus, recordo-me daquela simples afirmação “o que não te mata, na realidade te faz mais forte”.

Acho que, de certa forma, foi o que aconteceu com o meu amigo Nelson, depois dum acidente que lhe retirou quase toda mobilidade. Lá se vão mais de 24 anos sobre um colchão d’água, num simples quarto, onde recebe de bom grado todos aqueles que lhe fazem uma visita amiga.

O seu testemunho de otimísmo e de alegria irradia a serenidade e a paz de alguém que se tornou forte, aprendendo a saborear até os próprios limites da vida.

Na realidade, eu pude acompanhar os momentos mais dolorosos da sua vida de negação e de fuga mas, também,  o seu “regresso” a ela com a coragem dum verdadeiro “filho pródigo”.

Neste virar de ano pedi-lhe que desse, resumidamente, o seu testemunho a fim de que com ele pudéssemos, também, aprender a enxugar aquelas lágrimas que, teimosamente, nos impedem de ver as estrelas como em dias nublados. Podemos conferir com o seu testemunho que a vida tem mais que um "lado". As vezes, são as grandes dores nos fazem descobri-lo! Testemunho… (clique)

 

Um belo livro para se ler

Foi com o coração cheio de gratidão que, dias atrás, concluí a leitura do livro: “Peregrino a caminho do Invisível” da autoria da nossa Irmã Maria José Medeiros.

Talvez, porque também tenha tido a graça de conhecer a autora, por detrás de cada poema percebi a sensibilidade de quem há muito tempo descobriu que “o essencial é invisível aos olhos”.

No livro, os poemas trazem arte, trazem vida, trazem história e singeleza dum coração peregrino e sempre aberto às coisas do Eterno.  Poderia salientar vários, contudo, permiti-me transcrever apenas dois:

Ampulheta

Ampulheta do meu tempo

que ninguém vê deslizar…

… só Tu que toda me envolves

na ternura desse olhar…

Tempo do nosso viver,

neste enlevo de criança

que descobre até na cruz

rebentos de nova esperança

Tempo de esperança e de espera,

a deslizar manso e lento

no cristal da minha esfera…

Ao ritmo da Morte-Vida,

só quero, em cada momento,

VIVER em Ti escondida.

 

E porque é Natal!   É Natal

Vem a nós, Jesus-Menino,

tão frágil como criança…

Deus feito assim pequenino,

és p’ra nós a GRANDE ESPERANÇA!

Tão pequeno, queres caber

todo em nosso coração!

Cá estamos p’ra Te acolher,

com amor e gratidão

ConTigo no nosso meio,

no Natal de cada dia,

andamos sempre contentes:

Tu és a nossa ALEGRIA!

E Tu, Jesus, bem o sentes…

e passas de mão em mão,

com teus gestos de ternura,

PAZ, AMOR, p’ra cada Irmão

Faz-nos, Jesus, aprender

esse teu jeito de amar,

de ser bom p’ra toda a gente.

Já que és muito nosso amigo,

faz-nos ser Natal conTigo,

calar as vozes do mal,

“abrir as portas” p’ra Ti

e clamar forte: É NATAL!

 

Projeto “Aprender Brincando”

Neste final de ano a Casa da Criança de Paranavaí (PR), através do seu Projeto “Aprender Brincando”, recebeu o prêmio Itaú-Unicef de Educação Integral - Experiências que Transformam.

O Projeto que oferece ações educativas para crianças e adolescentes no contraturno escolar e também atividades lúdicas para a Educação Infantil conquistou o selo da Unicef que é sinônimo de credibilidade, transparência e resultados em favor das crianças e adolescentes que são atendidos pela instituição. À Irmã Gracinda Alberto e equipe pedagógica e à diretoria da Instituição. Os nossos parabéns votos de continuação de bom trabalho!  www.casadacriancapvai.com.br

 

Topo

SJC - Congregação das Irmãs de São José de Cluny - 2011