VOLTAR - PÁGINA INICIAL VOLTAR - Arquivo Geral

ABRIL de 2015

FELIZ E SANTA PÁSCOA!

“É Tempo de Ressurreição!

Sim, eu bem sei. Sei que sofri, sei que chorei demais...                    

Sei que busquei em mim tantas coisas e enfim, eu então chorei.                                                                                                                         

Mas cedo eu descobri, e então vivi, que não foi em vão

(mesmo o sofrimento).

Sei, que sem amor jamais... neste chão, plantaremos paz.

Tempo de pés descalços, de abrir os braços, de abrir as mãos.

Tempo de não ter tudo, de não ter nada, mas de ser irmão.

Tempo de recomeço, tempo de concessão, tempo de abertura,

de compromisso, de salvação.

Tempo de liberdade, de libertar, de libertação;

Tempo sem medo, pois é algo de belo que nos espera!

Tempo de dar tempo ao tempo, sonhando com a eternidade.

Tempo de tanta coisa, tempo de revisão,

tempo de descoberta. Tempo de descobrir,

como os Discípulos de Emaús: o Senhor caminha conosco...

Sim, eu bem sei: é Tempo de Ressurreição!”   (autor desconhecido)

 

"Estar em toda parte onde houver bem a fazer"

 

 

 

 

 

 

Ano da Vida Consagrada

A Vida Consagrada é um dom de Deus para o mundo e para a Igreja, mas é, particularmente, um testemunho do Absoluto de Deus em nossas vidas. Por isso, a fim de confirmar na fé, aqueles que tudo deixam e deixaram para seguir Jesus, o Papa Francisco sublinha como objetivos do Ano da Vida Consagrada:

1. Olhar com gratidão o passado, contemplando a ação de Deus em nossas vidas e histórias.

2. Este Ano chama-nos, também, a viver com paixão o presente.

3. O terceiro objetivo que o Papa Francisco no propõe para este Ano, é “abraçar com esperança o futuro”.

 

Caminhada Penitencial Jovem 2015

Realizou-se no último dia 15 de março, a 4ª. caminhada penintencial jovem de Lucélia, organizada pelo grupo de Jovens da Paróquia (JC) e a Pastoral Vocacional, com a orientação e apoio das Irmãs de São José Cluny. Como nos anos anteriores, a caminhada foi mais uma experiência de oração e de fé.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Iniciada na Creche e Centro de Orientação Familiar Ana Maria Javouhey de Lucélia, a caminhada foi marcada pela oração da Via Sacra encenada, tendo percorrido 7 km  até a cidade de Inúbia Paulista, onde o grupo foi recebido  com o caloroso acolhimento do Pároco Pe. Valdir Crisante.

 

 

 

 

 

Consagração Definitiva da Ir. Edna Maria de Oliveira

No dia 25 de janeiro p.p., depois de um longo tempo de preparação, a Ir. Edna Maria de Oliveira deu o seu “Sim” definitivo ao chamado de Deus.

Chegada da Ir. Victória Jumbe e regresso da Ir. Lufinda Fabião a Moçambique

Depois de 6 anos em missão em terras brasileiras a Ir. Lufinda Fabião regressou à sua terra natal para lá continuar a sua missão. Agradecemos a Ir. Lufinda toda a sua dedicação e generosidade ao trabalhar, durante 6 anos na recuperação de jovens toxicodependentes. Que o Senhor continue a derramar sobre ela as mais abundantes graças e bênçãos.

Enquanto Ir. Lufinda partia para Moçambique, chegava a Ir. Victória que irá iniciar a sua missão em terras mineiras. Que Maira Santíssima, modelo dos consagrados abençoe a sua nova missão 

 

Jejum é um abster-se, um esvaziar-se, um abrir-se. No vazio de nós mesmos, somos fecundados pela suavidade da gratuidade. Jesus crucificado, vazio de si, é entrega suave-sofrida ao Pai: "em tuas mãos entrego o meu espírito" (Lc 23,46). No jejum, somos reintegrados!

A oração é aproximação, nova relação, exposição; busca de atingimento pela amorosidade de Deus. Uma quase súplica de afeto e de amor: "Meu Deus, meu Deus, porque me abandonastes?" (Mt 27,46). A busca de coração pelo Pai. Quanta intimidade!

"A esmola, partilha de vida, cuidado amoroso, liberdade de entre­ga, serviço! A esmola é envio para o próximo. Encontro com aqueles que o Estado e a sociedade não querem" (Madre Teresa de Calcutá). A Esmola, exercício para o crescimento e fidelidade da nossa filiação divina: sermos bons e generosos como Deus o é.

Quaresma e Campanha da Fraternidade 2015

Eu vim para servir”. Mc 10,45

Com o Tema - Fraternidade: Igreja e Sociedade, na última quarta-feira de cinzas começamos mais um tempo quaresmal, para entramos na dinâmica da conversão pessoal e social que nos pode conduzir à páscoa do Senhor e à nossa “páscoa”.

A quaresma como nos assinala Dom Leonardo Ulrich Steiner, na apresentação do documento Famílias na CF e Via sacra, é um caminho de identificação com Cristo e pede de nós jejum, oração e esmola, ou seja, uma sincera conversão em relação a nós mesmos, em relação às pessoas e coisas e em relação a Deus, Senhor e autor da vida. Trata-se dum momento de verdadeira mudança de coração e de vida.